jusbrasil.com.br
7 de Agosto de 2022

Audiências por Videoconferência

Nícolas Rodrigues Pereira, Advogado
ano passado

A pandemia em que vivemos fez com que nós tivéssemos que mudar alguns hábitos, seja ele no lazer ou no trabalho. E na advocacia não foi diferente, foi necessário encontrar novas maneiras de lidar com as demandas, encontrar clientes e até mesmo fazer audiências.

E por mais que por alguns anos existiu certa resistência por parte dos advogados em se adaptar no meio digital, esse novo normal fez com que os profissionais jurídicos ingressassem de vez nos sistemas facilitadores oferecidos pelo mundo digital.

Algumas situações como se comunicar ou gerenciar o escritório de advocacia já eram mais comuns, mas a necessidade de estar seguro em casa por tanto tempo trouxe a necessidade de continuar trabalhando e fazendo audiências, por exemplo.

Com isso, o poder judiciário se viu obrigado a abrir exceções e a melhor maneira de realizar audiências da maneira mais segura e responsável foi realizar audiências online, através de ferramentas de videoconferência.

Há mais de um ano esse recurso se tornou fundamental para que os processos tenham sua resolução com a mesma velocidade que tinham nas audiências presenciais e ainda se torna um facilitador, quando pensamos em tempo e custo de deslocamento e até mesmo a facilidade de participar de várias audiências em um só dia.

Algumas regras foram elencadas para que as audiências por videoconferência fossem mais padronizadas:

· Enquadramento da câmera no rosto e ombros;

· Utilização do microfone apenas quando tiver a palavra;

· Foco na comunicação verbal, abrindo mão dos gestos na argumentação;

· Seleção de um bom equipamento para melhor reprodução de áudio e vídeo.

Além disso, é recomendado que o advogado entre em contato com o cliente para instruí-lo sobre todos esses detalhes que visam otimizar o tempo da videoconferência e fazer com que ela ocorra com sucesso, evitando outras audiência sejam necessárias.


Informações relacionadas

Mirian Rocha, Estudante de Direito
Artigosano passado

Impacto das audiências virtuais na pandemia do Coronavírus e a possível implementação desta tecnologia no futuro do processo judicial brasileiro.

Canal Ciências Criminais, Estudante de Direito
Artigoshá 5 anos

A videoconferência no novo CPP

Nícolas Rodrigues Pereira, Advogado
Artigoshá 2 anos

È possível a realização de Audiência de Instrução por Videoconferência ?! È possível ouvir testemunhas ?! Qual legalidade e efeitos dessa nova realidade.

Superior Tribunal de Justiça
Jurisprudênciahá 2 anos

Superior Tribunal de Justiça STJ - AGRAVO REGIMENTAL NO HABEAS CORPUS: AgRg no HC XXXXX SC 2020/XXXXX-9

Lucas Matheus Soares Stülp, Advogado
Artigoshá 2 anos

Vamos falar sobre audiência por videoconferência

0 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)